28 de março de 2017

Investigador cabo-verdiano lança campanha de crowdfunding para financiar projeto inovador sobre doenças mentais e neurológicas



Médico e investigador cabo-verdiano lança campanha de crowdfunding [angariação coletiva] para captar financiamento para projeto inovador sobre doenças mentais e neurológicas.

Amilcar Silva-dos-Santos, médico e psiquiatra no Hospital Vila Franca de Xira, Portugal, e pesquisador em neurobiologia do Laboratório Ana Sebastião, Unidade de Neurociências do Instituto de Medicina Molecular de Lisboa, procura financiar seu novo projeto investigativo. 

A data limite para angariar os fundos necessários para este crownfounding é até 31 de março.


Um dos objetivos desta captação alternativa de fundos para o projeto é estudar novas formas que poderão ajudar pessoas com doenças mentais e neurológicas. Esta investigação poderá, eventualmente, ser aplicada para ajudar:
  • pessoas com patologias mentais como depressão e doença bipolar.
  • compreender como a informação poderá ser enviada para o cérebro via medula espinal (potencial comunicação computador-cérebro via medula espinal)
  • desenvolvimento de novas tecnologias em neurociências, medicina, psiquiatria, psicologia, neurologia e neurocirurgia
  • pessoas com lesões da medula espinal (paraplégicos/tetraplégicas)

Esta investigação é baseada no artigo científico: 

Como apoiar?

Entra neste site [https://experiment.com/spinalcord] e depois clique em “Back this project” (Apoia esse projecto) e dê a sua contribuição para esta investigação.



17 de março de 2017

Convite pá bzot tude para a apresentação do meu livro ilustrado em Lisboa e Roterdão



Este sábado (18) farei o lançamento do meu mais recente livro para a infância, “Tufas, a Princesa Crioula”, com participação especial de Luna Alvarez e ilustrado por Alberto Fortes. O lançamento da obra acontece pelas 14h na Fundação “O Século”, Avenida Marginal do Estoril (Portugal), com apresentação da Celina Pereira.

E de seguida haverá uma apresentação do livro no dia 24, sexta-feira, na Holanda, no Consulado de Cabo Verde em Roterdão, em Baan 6 pelas 17:30, com a participação activa de nha emig Guy Ramos Sr. O evento conta ainda com a animação musical da cantora Sonia Andrade.



Esta edição bilingue português/inglês conta com a tradução da obra pela Peggy Romualdo. O lançamento está enquadrado no programa do 3º ENCONTRO DA LITERATURA INFANTO-JUVENIL DA LUSOFONIA que decorre na Fundação “O Século”, em Estoril – Portugal.






24 de dezembro de 2016

Os 10 Piores telemóveis em termos de radiações


A Comissão Federal das Comunicações (FCC) criou diretrizes para medir a radiação no tecido humano utilizando a Taxa de Absorção Específica (SAR em inglês). O SAR define o máximo de radiação permitido no telemóvel até 1,6 watts de energia absorvida por quilograma de massa corporal. O limite é de 1,6 watts mas alguns telemóveis chegam muito perto disso. 

Alguns dados interessantes para comparar a evolução da Internet e Telefone em Cabo Verde


TELEFONE

• A introdução das telecomunicações em Cabo Verde data de 1874;

• Os primeiros telefones foram inaugurados em 1919;


• Em 1960 havia 188 telefones no país;

E porque os dados nunca dormem...


O chat do Facebook e o novo Giphy mostram o aumento da nossa obsessão pelas mensagens multimédia, enquanto os veteranos como Youtube e Snapchat realçam o nosso apetite insaciável pelo vídeo. Esta é a quantidade de informação gerada em um minuto, de acordo com o DOMO

A pergunta que me coloco sempre: será que a informação gerada por mim é relevante?




Clickbait - a nova estratégia dos onlines de Cabo Verde? Espero que não...


Não é bom sinal quando um online com foco na produção/divulgação de notícias decide enveredar pelo caminho do "clickbait" para ganhar mais visualizações.

O "clickbait" é (também) caracterizado pelo acto intencional de criar mistério no título, muitas vezes acompanhado das frases "não vais acreditar" ou "o que aconteceu depois vai-lhe chocar" para despertar a curiosidade e ganhar o click e fazer o contador do 'page views' rodar. 

Claro que o uso desta estratégia sensacionalista não é nada original. Mas, será que as mudanças no panorama do sector mediático nacional irão exigir a adopção do clickbait para alguns sites garantirem suas sobrevivências? 

Há que reconhecer que ganha-se visualização com o click e esta permite melhor negociar com os anunciantes, porém, um dos maiores perigos é a perda de confiança da audiência.


 
Design by Wordpress Theme | Bloggerized by Free Blogger Templates | coupon codes